Visita do CEO da Pfizer a Israel foi cancelada porque ele não foi totalmente vacinado

0
(AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)

O objetivo da visita era manter discussões sobre o estabelecimento de uma fábrica de vacinas da Pfizer em Israel

Albert Bourla, CEO da Pfizer, cancelou a sua esperada visita a Israel depois de se ter descoberto que ele não foi totalmente vacinado contra o coronavírus, informou na sexta-feira a N12.

Segundo a emissora os integrantes da delegação que deveriam acompanhar Bourla durante sua visita também não receberam a segunda dose da vacina.

Como resultado, foi decidido adiar a visita por vários dias, o que também representa um desafio logístico devido às próximas eleições israelenses.

Bourla disse em dezembro que ainda não recebeu a vacina porque não quer “cortar a fila” e que esperaria até que a sua faixa etária fosse a próxima na fila para se vacinar. Ele recebeu a primeira dose, mas ainda não a segunda.

A Pfizer não respondeu ao pedido de comentário do The Jerusalem Post .

“Continuamos interessados ​​em visitar Israel e nos encontrar com os tomadores de decisão”, disse um porta-voz da Pfizer ao N12. “A visita a Israel provavelmente será marcada para o final da primavera.”

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse na semana passada que o objetivo da visita de Bourla era manter discussões sobre o estabelecimento de uma fábrica de vacinas da Pfizer em Israel.

Fonte: jpost.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui