UE diz que mídia pró-Kremlin tenta semear ‘pânico e medo’ com desinformação por coronavírus

0

Serviço de Ação Externa da União Européia informou em relatório que desde 22 de janeiro registrava quase 80 casos de desinformação

A mídia estatal russa e os meios pró-Kremlin estão realizando uma campanha de desinformação sobre a pandemia de coronavírus para semear “pânico e medo” no Ocidente, alertaram autoridades da UE em um relatório da CNN.

O Serviço de Ação Externa da União Européia, que pesquisa e combate a desinformação online, disse em um relatório que desde 22 de janeiro registrava quase 80 casos de desinformação sobre o surto de Covid-19 ligado à mídia pró-Kremlin.

“O objetivo principal da desinformação do Kremlin é agravar a crise da saúde pública nos países ocidentais, minando especificamente a confiança do público nos sistemas nacionais de saúde – impedindo assim uma resposta eficaz ao surto”, segundo o relatório.

O relatório, datado de 16 de março, dizia que a campanha “foi projetada para exacerbar confusão, pânico e medo”. O relatório descreve como a mídia pró-Kremlin tem trabalhado para ampliar uma série de narrativas muitas vezes contraditórias que “sequestram” o espaço da informação, a fim de diminuir a capacidade da Europa de agir em seu próprio interesse.

Quando solicitado a comentar as alegações em uma ligação com repórteres na última quarta-feira, 18 de março, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, negou que a Rússia esteja realizando esse esforço e chamou as acusações de “infundadas” e de “obsessão russofóbica”.

“Se este documento contiver pelo menos um exemplo concreto e um link para alguma mídia específica, eu poderia dizer algo específico”, disse Peskov. “Esse tipo de obsessão russofóbica deveria desaparecer de alguma maneira, dada a situação atual, idealmente, mas aparentemente não é”, acrescentou.

O relatório da UE afirma que os meios de comunicação pró-Kremlin não são os autores da maioria das informações erradas, mas “eles estão simplesmente ampliando teorias que se originam em outros lugares”.

Ele acrescenta que a rede de mídia estatal russa, RT Spanish, é a 12ª fonte mais popular no Facebook, Twitter e Reddit quando se trata do coronavírus.

Mídia russa diz que vírus criado pelo ocidente

Grande parte da desinformação da mídia pró-Kremlin afirma que o vírus foi criado por humanos e “armado” pelos países ocidentais, afirma o relatório. A desinformação tem como alvo o público internacional em inglês, italiano, espanhol, árabe, além de russo e outros idiomas, afirma o relatório.

O porta-voz da Comissão Européia Peter Stano disse que o centro viu uma “enxurrada” de desinformação sobre a disseminação de novos coronavírus nas últimas semanas.

“O EEAS Stratcom intensificou o monitoramento dos fluxos de informações e de suas fontes e identificou publicamente, expõe e aumenta a conscientização sobre a desinformação relacionada ao coronavírus disseminada por fontes russas”, disse Stano à CNN Business.

Um relatório do Departamento de Estado dos EUA no mês passado disse que milhares de contas de mídia social vinculadas à Rússia no Facebook e Twitter estavam espalhando desinformação sobre o coronavírus. Mas o Facebook e o Twitter disseram que o Departamento de Estado não forneceu evidências que permitissem às empresas investigar e possivelmente encerrar as contas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui