Salão de cabeleireiro teve que remover um anúncio de emprego para profissional ‘feliz’ porque é ‘discriminatório’

0
Alison Birch.

“O mundo enlouqueceu completamente”

Um salão de cabeleireiro em Stroud, na Inglaterra, foi informado por um centro de empregos que não poderia veicular um anúncio recrutando um cabeleireiro “feliz” porque a palavra é “discriminatória” contra pessoas infelizes.

Alison Birch listou um anúncio de emprego à procura de um cabeleireiro qualificado para meio período em seu AJ’s Unisex Hair Salon. A posição exigia alguém com cinco anos de experiência de trabalho em um salão, que tivesse confiança na barbearia e em cortes de cabelo.

E o anúncio dizia: “Este é um salão pequeno, amigável e movimentado, então apenas cabelereiros felizes e amigáveis ​​podem se inscrever.”

Na quarta-feira (2), Birch disse que recebeu uma ligação do centro de empregos local informando que eles não podiam publicar o anúncio porque a palavra “feliz” é considerada “discriminatória”.

Birch afirma que o rapaz do centro de empregos disse a ela: “Sinto muito, mas a palavra feliz é uma palavra discriminatória e não podemos usá-la, pois quem não for feliz será discriminado”.

Birch compartilhou a conversa que teve com o centro de empregos na página do Facebook do salão.

Segundo Birch, ela perguntou: “Devemos mudar a palavra caso alguém pense que não pode se candidatar ao emprego porque não é uma pessoa feliz?”

Birch disse que se questionou: “Eu estou sendo pouco sensível e a palavra feliz é discriminatória? Ou todo este mundo enlouqueceu?” Birch disse.

E muitos dos clientes de Birch concordaram com sua indignação com a posição sem sentido do centro de empregos em seu anúncio.

Karen Evans comentou: “O mundo enlouqueceu completamente”.

“Isto significa que cada palavra descritiva é discriminatória… feliz, alto, inteligente, elegante? Boa sorte com sua busca”.

Julie Thickins acrescentou: “Eu pensei que isso fosse uma piada, perceber que claramente não é, me deixou absolutamente sem palavras … a que chegou a raça humana?”

Fonte: Fox News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui