Rumores de deserção podem derrubar o Partido Comunista, anuncia especialista em China

0
twitter/Reprodução.

Se os rumores se confirmarem, a deserção seria o nível mais alto da história da República Popular da China

Rumores de que o principal “caçador de espiões” da China desertou para os Estados Unidos e está dando à Biden informações sobre o Instituto de Virologia de Wuhan e o vazamento do coronavírus, se forem provados, podem “até levar à queda do Partido Comunista“, disse o especialista em China Gordon Chang, à Newsmax, no sábado (19).

“Isto é tão explosivo que poderia levar a uma cadeia de acontecimentos, que cortaria as relações entre a China e os Estados Unidos”, disse Chang, o autor de “The Coming Collapse of China”, ao Newsmax “The Count”, acrescentando que Pequim parece estar em pânico por causa dos relatórios.

Os relatórios afirmam que o oficial chinês Dong Jingwei, um vice-ministro que assumiu a responsabilidade pela contra-espionagem do país há três anos, teria voado de Hong Kong para os Estados Unidos em Fevereiro com a sua filha, relata o serviço noticioso do Sul da Ásia ANI, citando SpyTalk, um boletim informativo que cobre os serviços secretos, a defesa e a política dos negócios estrangeiros dos EUA.

Não houve nenhum comentário oficial da China, mas de acordo com o SpyTalk, Dong supostamente deu à administração Biden informações que o levaram a mudar sua posição sobre o laboratório de Wuhan e a reconsiderar que o coronavírus, que causou a pandemia mundial de COVID-19, teria  vindo de um laboratório ao invés da natureza.

Se os rumores se confirmarem, a deserção de Dong seria o nível mais alto da história da República Popular da China.

Han Lianchao, um ex-funcionário do ministério chinês que desertou após o massacre de 1989 na Praça Tiananmen, disse que a questão da deserção de Dong foi levantada durante a cúpula entre a China e os Estados Unidos em Anchorage no início deste ano.

Han, citando uma fonte não identificada, tuitou que o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, e Yang Jiechi, responsável pelas relações exteriores do Partido Comunista, exigiu do secretário de Estado Antony Blinken que Dong fosse devolvido, mas ele recusou.

Os especialistas, no entanto, estão negando os relatórios, e Chang apontou que o South China Morning Post está relatando que Dong está na China e deu uma palestra na sexta-feira (18) sobre a captura de espiões estrangeiros.

“Mas esses relatórios da China não parecem ser confiáveis”, disse Chang. “As informações do SpyTalk e de outras fontes são específicas. Coincidem com coisas que sabemos, então suspeito que o relato da deserção seja verdadeiro.”

Se os relatos forem verdadeiros, Dong está falando sobre um vazamento de laboratório e pesquisa militar chinesa sobre armas biológicas, e isso “seria uma violação das obrigações da China da convenção de armas biológicas”, acrescentou Chang.

Ele também observou relatos de que Dong está falando com a Agência de Inteligência de Defesa, ao invés de outras unidades, porque eles foram “penetrados por agentes de segurança do Ministério de Estado chinês”, e ele acha que essa parte é verdade.

“A China tem nos oprimido com seus espiões e com seus agentes e outros, então, neste momento específico, eu tenho que dizer que esse parece ser um relatório confiável de que a China penetrou na maioria das unidades do governo dos Estados Unidos, na verdade, governos estaduais também”, disse Chang.

Chang também disse acreditar que a China, não importa como a pandemia tenha começado, “deliberadamente tomou medidas para espalhar o coronavírus além de suas fronteiras, mentindo sobre sua contagiosidade e pressionando os países a aceitarem chegadas da China, mas isso não ressoa emocionalmente. O que ressoaria se provasse ser um vazamento de laboratório “.

Enquanto isso, Dong “é ou era” o principal apanhador de espiões da China, o que significa que ele estaria próximo do governante chinês Xi Jinping e teria acesso a “informações substanciais”.

“Isso é realmente importante porque o que isso  explodiria o sistema político chinês”, porque Xi poderia ser culpado pela deserção e poderia haver um “novo governante da noite para o dia. Isso poderia fazer com que o Partido Comunista perdesse a estabilidade que aparentemente as pessoas acham que tem”.

Fonte: newsmax

Você gostou do conteúdo? Apoie o jornalismo independente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui