Professor de escola pública da Filadélfia se preocupa com pais “conservadores” ouvindo aulas virtuais

0
Professor Matthew R. Kay. Reprodução.

Pais podem causar “danos” se escutarem as aulas sobre gênero e sexualidade

Professor de uma escola pública da Filadélfa, Matthew Kay, disse que “pais conservadores” são sua principal preocupação quando os professores estão envolvidos “no trabalho confuso de desestabilizar o racismo, a homofobia ou a transfobia de uma criança“.

“Portanto, neste outono, a discussão em classe virtual terá muitos espectadores em potencial – pais, irmãos, etc. – na mesma sala. Nunca teremos certeza de quem está ouvindo o discurso. O que isso faz pelo nosso trabalho de equidade/inclusão?” disse Kay. “Quanto os alunos dependeram das barreiras (de certa forma) seguras de nossas salas de aula físicas para encorajar a vulnerabilidade? Quantos de nós instalamos alguma versão de ‘o que acontece aqui fica aqui’ para ajudar nisso? ”, concluiu ele.

Embora Kay tenha reconhecido que “o dano também pode vir da esquerda”, ele observou que “pais conservadores” são sua principal preocupação quando os professores estão envolvidos “no trabalho complicado de desestabilizar o racismo, a homofobia ou a transfobia de uma criança”.

Distrito escolar da Filadélfia

O Distrito Escolar da Filadélfia anunciou em julho que suas escolas começarão o ano com todos os alunos aprendendo remotamente. Posteriormente os alunos farão a transição para o modelo de aprendizagem híbrido, que inclui uma mistura de aprendizagem presencial e digital, “desde que a orientação do Departamento de Saúde Pública da Filadélfia e outros indicadores confirmem que é seguro fazê-lo”.

Matthew Kay, é professor de inglês na Science Leadership Academy. Desde o tweet Kay mudou a sua conta para privada. Ele também não retornou imediatamente o pedido de comentários feito pelo jornal americano FOX News.

Fonte: Fox News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui