PF cumpre mandados de busca e apreensão em investigação sobre Fake News

0
Sede da Polícia Federal em Brasília

As ordens judiciais são do ministro do STF, Alexandre de Moraes, e só mira em figuras da direita


Sede da Polícia Federal em Brasília. Créditos: © Marcelo Camargo/Agência Brasil/Divulgação.

A Polícia Federal (PF), a mando do ministro do STF, Alexandre de Moraes, cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), 29 mandados de busca e apreensão contra deputados federais, jornalistas, ativistas, empresário e até humoristas alinhados com o presidente Jair Bolsonaro.

O inquérito inconstitucional foi aberto no dia 14 de março de 2019, por portaria assinada pelo presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli. 

Alvos

O deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), o ex-deputado e presidente nacional do PDT, Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, o jornalista Allan dos Santos, o humorista Rey Bianchi e a ativista Sara Winter estão entre os alvos dos mandados. 

Com relação a Roberto Jefferson e Hang, as buscas foram realizadas em suas casas, no Rio de Janeiro e em Santa Catarina. No caso do jornalista Allan dos Santos, os agentes apreenderam celulares e computadores na residência e na sede do Terça Livre, portal comandado por ele. O diretor de opinião do BSM, Bernardo Pires Küster, também teve seus equipamentos eletrônicos apreendidos.

Até o momento, a informação oficial é de que os deputados que estão entre os alvos não tiveram equipamentos apreendidos, mas foram intimados a depor no inquérito. O deputado Douglas García, porém, afirmou por meio da sua conta do Twitter que computadores do seu gabinete na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) também foram levados.

Confira a lista dos alvos:

Busca e apreensão:

  • ex-deputado federal Roberto Jefferson;
  • empresário Luciano Hang; 
  • jornalista Allan dos Santos;
  • humorista Rey Biannchi; 
  • youtuber Enzo Leonardo Suzin Momenti; 
  • ativista pró-vida Sara Winter;
  • empresário Edgard Corona, presidente da Smart Fit;
  • Winston Rodrigues Lima, coordenador do Bloco Movimento Brasil;
  • ativista Marcelo Stachin;
  • jornalista Bernardo Kuster;
  • ativista Eduardo Fabris Portella;
  • Paulo Bezerra;
  • Edson Salomão;
  • Marcos Bellizia, coordenador do movimento Nas Ruas;
  • empresário Otavio Fakhoury;
  • Rafael Moreno;
  • Rodrigo Barbosa Ribeiro.

Intimados a depor:

  • deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP);
  • deputada federal Bia Kicis (PSL-DF);
  • deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ);
  • deputado federal Filipe Barros (PSL-PR);
  • deputado federal Cabo Junio do Amaral (PSL-MG);
  • deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança;
  • deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP);
  • deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP).

Com informações: Agência Brasil, Terça Livre e Brasil sem Medo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui