Pessoas por toda a Europa protestam contra as medidas sanitárias

0

Protestos na Holanda, Suíça, Romênia e Croácia

Não só na Alemanha as pessoas estão cansadas das medidas contra o coronavírus adotadas por seu governo. Também na Holanda, Suíça, Romênia e Croácia, os cidadãos saíram às ruas no último fim de semana e exigiram seus direitos fundamentais de volta.

Na Croácia, milhares de pessoas foram às ruas em várias cidades para protestar contra as medidas impostas. Especialmente na capital Zagreb, bem como em Osijek e especialmente nas cidades do Adriático, como Split, Dubrovnik e Sibenik, que vivem principalmente do turismo, os cidadãos protestaram sem proteção para a boca e nariz, eles apontaram a exigência da máscara como “tirania”. O governo croata impôs a exigência do uso obrigatório  da máscara no transporte público, bem como em lojas e hospitais e até mesmo ao ar livre, onde não é possível manter uma distância mínima especificada de um metro e meio.

Na Holanda, os protestos se concentraram em Amsterdã. Enormes forças policiais marcharam até lá e expulsaram com canhões de água os participantes de uma manifestação de protesto espontânea contra os regulamentos sanitários impostos pelo governo. Os manifestantes foram cercados pelas forças policiais, divididos em pequenos grupos e então agredidos. Em seguida, foram transportados em ônibus para fora do centro da cidade e abandonados na periferia, segundo a agência de notícias holandesa ANP.

Na Romênia, membros do Partido da Aliança (AUR) lideraram os protestos que ocorreram em várias cidades. Na capital Bucareste, bem como em Brasov, Cluj (Klausenburg), Constanta, Galati e Timisoara (Timisoara), milhares de pessoas manifestaram-se contra as restrições impostas pelo governo. Os numerosos símbolos eclesiásticos carregados e exibidos foram particularmente impressionantes. Notadamente, muitos crentes ortodoxos cristãos do país estão insatisfeitos com as restrições impostas aos serviços religiosos. Na Romênia, a exigência do uso de máscara em todo o país se aplica tanto a espaços públicos fechados quanto ao ar livre. Na capital Bucareste, restaurantes e instituições culturais estão fechados.

Mesmo na Suíça, os cidadãos manifestaram-se no fim de semana passado a favor da restauração dos seus direitos básicos e contra o rumo tomado pelo governo. Em Liestal, quase 10.000 pessoas protestaram e ergueram cartazes com afirmações claras: “Deixe o amor ser o seu guia, não o medo”. Podia ler-se também “Vacinas também matam”. Na sexta-feira passada, o governo retirou a flexibilização que havia anunciado para esta semana.

____________

Fonte: Freie Welt

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui