Pe. Júlio Maria de Lombaerde: chegará a hora da dissolução completa

0

O Brasil é católico, não há dúvida; mas quantos maus católicos, católicos tíbios e até indignos, há em nossa terra!… e são estes os que preparam a ruína de seu país e da religião

A maçonaria e o judaísmo, os dois tramadores de revoltas, nas trevas da noite, hão de aproveitar o momento para executar os seus planos de domínio mundial.

O protestantismo e o espiritismo, por sua vez, cheios de ódio contra a Igreja Católica, nada pouparão para perder o país que eles odeiam porque este país é essencialmente católico.

O ateísmo prático, que abre os braços ao nefando comunismo, aproveitará a ocasião oportuna, para um desabafo, em conjunto com os outros, de suas sanhas satânicas contra o catolicismo.Todos se unirão, para se livrar, de vez e legalmente, dos 10 mandamentos da lei divina e das peias já insuportáveis do matrimônio.Oh! Sem dúvida a nossa população é católica, porém até hoje não compreende bastante o seu papel social, não escolhendo governantes que respeitem a sua fé, mas entregando as rédeas dos governos, tanto municipais como estaduais e federais, às mãos daqueles que não partilham a sua crença.

O povo é católico, sim, como o é o povo francês, que entregou à maçonaria a corda e o patíbulo, com que os sectários o enforcam hoje na praça pública.Para uma nação ser católica não basta o povo sê-lo; é preciso que governantes o sejam tanto e mais ainda do que ele.Possa o exemplo da França tiranizada por uma dúzia de maçons, como o do México, estrangulado por uns ateus, como o da Rússia, assassinada pela fome por uns exploradores, como a Espanha, banhada no sangue de seus filhos, servir-nos de aviso…A história do passado é a mestra da vida do futuro, para quem sabe observar os fatos e seguir-lhes o desenrolar através do tempo.

O Brasil é católico, não há dúvida; mas quantos maus católicos, católicos tíbios e até indignos, há em nossa terra!… e são estes os que preparam a ruína de seu país e da religião. Abramos os olhos, enquanto é tempo; e tomemos precauções contra o mal, antes que ele seja irremediável. Amanhã, talvez seja tarde demais!

Pe. Júlio Maria de Lombaerde. O fim do mundo está próximo? Profecias antigas e recentes. Rio de Janeiro: livraria da Boa Imprensa, 1940, 34-36.

Fonte: fidelidadevcr.blogspot.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui