Marx, o inimigo de Tradição, Família e Propriedade

0
Divulgação.

O Great Reset também pressupõem uma nova concepção de propriedade (coletivista) e de família

Tradição, Família e Propriedade constituem, de fato, a trilogia perfeita do anticomunismo. E desponta, também, como a nossa defesa face ao “Great Reset”. A entrevista de Paul Kengor, professor de ciência política no Grove City College, autor de Karl Marx and the Devil, vem reforçar nossa afirmação.

Vejamos:

“A teoria dos comunistas pode ser resumida em uma única frase: Abolição da propriedade privada”, escreveram Marx e Engels, os fundadores da doutrina comunista, no Manifesto Comunista, livro que constitui a base do comunismo.

Abolir a propriedade privada

“Abolir a propriedade privada só pode ser possível por meio de uma guerra, disse Kengor, porque a propriedade privada é “uma lei judaico-cristã básica, direitos naturais, direitos bíblicos: não roubarás. Quero dizer, da caverna ao tribunal, o direito à propriedade é fundamental para a natureza humana, muito menos para qualquer economia operacional em qualquer lugar. ”

“”Para abolir a propriedade privada, você terá uma guerra em suas mãos, você precisará de armas, você precisará de gulags”, disse Kengor no programa Crossroads do Epoch Times. Portanto, os comunistas mataram 100 milhões de pessoas para abolir a propriedade privada, acrescentou.”

Afirmar que a abolição da propriedade supõe sempre a guerra está simplificado. As leis cada vez mais socialistas no Ocidente vão minando o direito de propriedade. O progressismo católico, a Teologia da Libertação também vão destruindo na mente dos fieis o fundamento do direito de propriedade. Mas Kengor tem razão afirmando que destruir a propriedade é condição para a vitória do comunismo.

Marx e Engels: Abolir a religião e a família

Continua a notícia: “O Manifesto Comunista também exige a abolição de todas as religiões, de toda moralidade e da abolição da família, disse Kengor.”

Marx e Engels clamam no Manifesto pela “Abolição da família! Mesmo os mais radicais explodem com esta proposta infame dos comunistas.“

Marx considerava a religião como “o ópio das massas”, queria abolir todas as religiões e afirmou que “o comunismo começa onde o ateísmo começa”, disse Kengor.

Marx era ateu ou acreditava em Satanás?

“No entanto, o próprio Marx não era ateu. Kengor falou sobre fatos pouco conhecidos que Marx escreveu sobre o diabo em seus poemas e peças assustadores e assustadores, citando uma estrofe do poema de Marx “The Pale Maiden” escrito em 1837:

“Assim, o Céu eu perdi, eu sei disso muito bem.
Minha alma, (que foi) uma vez fiel a Deus, é escolhida para o inferno.

Thus Heaven I’ve forfeited, I know it full well.
My soul, once true to God, is chosen for Hell.

Kengor acredita que esta estrofe “é em parte autobiográfica porque sua alma já foi fiel a Deus”.

Marx escreveu em outro poema “The Player” (também traduzido como “The Fiddler”) em 1841:

“Olhe agora, minha espada negra de sangue apunhalará
Infalivelmente dentro da tua alma.
Deus não conhece nem honra a arte.
Os vapores infernais sobem e enchem o cérebro.”

Look now, my blood-dark sword shall stab
Unerringly within thy soul.
God neither knows nor honors art.
The hellish vapors rise and fill the brain.

“Até eu enlouquecer e meu coração mudar completamente.
Veja esta espada – o Príncipe das Trevas a vendeu para mim.
Pois ele marca o tempo e dá os sinais.
Cada vez mais ousadamente toco a dança da morte.”

Till I go mad and my heart is utterly changed.
See this sword–the Prince of Darkness sold it to me.
For he beats the time and gives the signs.
Ever more boldly I play the dance of death.

Kengor comentou no último verso, “o que mais era o comunismo senão uma espécie de dança da morte. Quero dizer, você não pode encontrar nenhuma ideologia em toda a história que foi responsável por tantas mortes quanto o comunismo: pelo menos 100 milhões apenas no século passado.“

“Destruir as condições sociais existentes”: esse é o Novo Normal?

A pandemia do coronavírus tem sido o pretexto das esquerdas para tentar estabelecer a Ditadura Mundial sob o rótulo de “Novo Normal”. Vejamos o pensamento de Marx e Engels.

Continua a notícia: “Abolir a propriedade privada e todas as religiões não são os únicos objetivos destrutivos que os comunistas buscam. Kengor apontou o que Marx e Engels escreveram no final do Manifesto Comunista: “Eles [os comunistas] declaram abertamente que seus objetivos só podem ser alcançados com a derrubada pela força de todas as condições sociais existentes.”

“Os comunistas em todos os lugares apóiam todo movimento revolucionário contra a ordem social e política existente”, e é por isso que os comunistas estão por trás do movimento para derrubar estátuas de figuras históricas como São Junipero Serra, fundador das missões da Califórnia, ou Cristóvão Colombo, Kengor disse.”

Ele aconselhou a leitura de um plano de dez pontos apresentado por Marx e Engels no Manifesto Comunista, que não só pede a abolição da propriedade privada, mas também a abolição do direito de herança e uma distribuição mais igualitária da população no campo. Isso significa que os comunistas buscam não apenas a redistribuição do dinheiro e da propriedade das pessoas, mas também a realocação forçada de pessoas, continuou Kengor.

***

O Great Reset desejado pela ONU, pela Big Tech, por George Soros e o Fórum Econômico Mundial também pressupõem a nova concepção de propriedade (coletivista), de família, redistribuição da renda e realocação forçada de pessoas. E a Religião? Será substituída pelo super mercado de religiões.

Quanto acerto teve o Prof. Plinio quando indicou os três valores (Tradição, Família, Propriedade) como sendo a trilogia acertada, adequada e eficaz contra o comunismo. A Trilogia continua de pé como sendo o melhor antídoto contra a chamada Nova Ordem Mundial, muito justamente denominada de Senzala Universal, sonhada pela ONU, pelo Fórum Econômico Mundial e pelo macro capitalismo socialista.

Com os olhos postos na Divina Providência continuemos a confiar e lutar na defesa da Civilização Cristã. O Brasil tem, cada vez mais se torna evidente, um papel de liderança no Mundo Livre.

Fonte: ipco.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui