Grávida de 8 meses pega fuzil AR-15, salva família que era mantida refém e mata bandido

0

A família reside na Flórida e tinha porte de arma

Dois bandidos mascarados invadiram a casa da família King, que reside na Flórida, EUA. Armados, eles renderam violentamente Jeremy King, o pai da família, junto com a filha de 11 anos.

O relógio marcava 9 da noite, e os homens, dando coronhadas em Jeremy, exigiam dinheiro. Sua filha ficou praticamente paralisada de medo.

Jeremy disse que eles não tinham nada de valor na casa, então os bandidos, irados, seguraram violentamente a filha do homem, apontando a arma pra ela. Só a largaram pra dar mais coronhadas e chutes na cabeça de Jeremy.

Naquele momento, sua mulher, que estava no quarto dos fundos, saiu pra ver o que estava acontecendo e, ouvindo uma porta se abrir, um dos bandidos atirou contra ela. O tiro não a atingiu e ela entrou novamente no quarto.

O que os bandidos não sabiam é que no quarto em que ela estava também estava um fuzil AR-15, legalmente registrado pelo casal. Ela ficou em silêncio com o fuzil, ouvindo os passos, e quando ouviu alguém no corredor que dava no quarto onde estava, saiu de seu “cover” rapidamente e deu um tiro. O bandido não morreu instantaneamente, ele andou uns 60 metros antes de cair morto.

Jeremy King, o pai da família

Jeremy não reconheceu os homens e não sabe o motivo de sua família ter sido o alvo. Ele ficou com três fraturas no crânio e teve que levar 20 pontos. “Eles vieram com duas pistolinhas mas minha AR-15 e a minha esposa os parou”, disse Jeremy. A polícia confirmou que a AR-15 é registrada e que nenhuma queixa será prestada contra o casal.

(Photo illustration by Joe Raedle/Getty Images)

Fonte: Daily Mail e ovelhasvoadoras.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui