G20 apoia suspensão do pagamento da dívida para os países mais pobres

0
Foto: EFE

Suspensão nos pagamentos seguirá até o fim deste ano

O grupo dos 19 países mais ricos do mundo e a União Europeia, conhecido como G20, apoiou nesta quarta-feira (15) a suspensão do pagamento da dívida das nações mais pobres até o fim de 2020, devido o impacto da pandemia do coronavírus (Covid-19).

A sinalização consta em comunicado conjunto emitido pelos ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais dos integrantes da aliança, que se reuniram hoje por meios virtuais na assembleia conjunta com Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM).

“Aprovamos uma suspensão temporária do pagamento dos serviços de dívida para os países mais pobres que pedirem contenção”, diz o texto.

Presidido neste ano pela Arábia Saudita, o G20 tem entre os integrantes a China, que se tornou um dos principais credores dos países em desenvolvimento, por isso, a adesão à iniciativa era fundamental.

Em comunicado conjunto, Kristalina Georgieva, diretora do FMI e David Malpass, presidente do Banco Mundial, classificaram a decisão como “poderosa e de rápida ação”, que ajudará a proteger as vidas de milhões de pessoas nos países mais vulneráveis.

Além disso, o G20 incentivou credores privados, através do Instituto Internacional de Finanças, a participar da iniciativa em termos comparáveis.

A pandemia do novo coronavírus provocará na economia mundial uma recessão de 3% em 2020, índice que não é registrado desde a Grande Depressão, em 1930, alertou o FMI, no informe “Perspectivas Econômicas Globais”, divulgado ontem.

De acordo com Malpass, os países mais pobres, no restante de 2020, teriam que pagar cerca de US$ 14 bilhões.

Com informações da Agência EFE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui