França: imagens mostram policiais se juntando ao crescente protesto contra a tirania anti-COVID após decreto do passaporte para vacinas

0

“Liberté! Liberté! Liberté! ” a polícia e os manifestantes gritavam “liberdade!”

Em 1º de agosto a França exigirá um passaporte de saúde COVID-19 para qualquer pessoa que entrar em um restaurante ou café, um shopping center, hospital ou pegar um trem de longa distância devido ao medo que envolve a temida variante ‘Delta’.

A marcha massiva, protestando contra os opressivos bloqueios em curso e o novo mandato da vacina COVID, irrompeu na semana passada após o discurso de Macron alertando sobre a pena de prisão para aqueles que não pudessem provar seu status de vacinação.

“Liberté! Liberté! Liberté! ”a polícia e os manifestantes gritavam “liberdade!”

“Quem não apresentar passe válido de saúde corre o risco de prisão até seis meses e multa de até € 10.000 (£ 8.500), de acordo com o anteprojeto da lei, enquanto os proprietários de ‘estabelecimentos abertos ao público’ que não verificar os passes dos clientes pode ir para a prisão por um ano e ser multado em € 45.000”, relata o Guardian.

Imagens mostram um grupo de policiais largando os capacetes em solidariedade aos manifestantes e aos médicos submetidos à nova lei draconiana de Macron.

Fonte: Contrafatos.com.br

Você gostou do conteúdo? Apoie o jornalismo independente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui