EUA: Convenção Nacional Democrata faz juramento “sem Deus”

0
fonte: shutterstock.

Bancada muçulmana e LGBTQ suprimiram as palavras “sob Deus” do juramento

Durante a Convenção Nacional Democrata que ocorreu na terceira semana de agosto, pelo menos duas reuniões omitiram as palavras “sob Deus” do Juramento de Fidelidade. No início deste mesmo mês, o presidente Donald Trump foi atacado por caracterizar o candidato presidencial democrata Joe Biden como “contra Deus”.

A promessa, de acordo com o Código da Bandeira dos Estados Unidos, diz: “Juro fidelidade à Bandeira dos Estados Unidos da América e à República que ela representa, uma nação sob Deus, indivisível, com liberdade e justiça para todos”.

A bancada muçulmana dos democratas começou com o juramento “sem Deus” recitado por um dos delegados. Segundo Chris Brody, analista político chefe da Rede Cristã de Radiodifusão, tanto o senador Bernie Sanders como o deputado Rashida Tlaib participaram da reunião.

A Convenção política LGBTQ dos democratas também começou com uma promessa sem Deus. Nesse caso, a pausa foi deliberadamente feita, para que os espectadores e participantes ficassem cientes de que algumas palavras foram omitidas.

A pessoa que recitou o juramento ergueu várias bandeiras, incluindo uma bandeira americana e uma bandeira de arco-íris, mostrando apoio à homossexualidade e ideologia de gênero. Meros segundos após a promessa, a bandeira do arco-íris parece cair.

Provavelmente as palavras “sob Deus” foram omitidas intencionalmente para expressar desacordo com o fato de que os Estados Unidos, pelo menos historicamente, são uma nação cristã.

O juramento mudou várias vezes em seus menos de 130 anos de existência. As palavras “sob Deus” foram adicionadas em 1954, a última mudança na promessa.

Biden se comprometeu a proteger o aborto

Mais convincentemente do que uma promessa de lealdade, a Agenda para Mulheres de Joe Biden mostra que os democratas estão “contra Deus”, como disse o Presidente Trump, especialmente por seu apoio quase incondicional à matança de bebês por nascer.

Biden dedicou uma seção de sua Agenda para Mulheres à “Saúde Reprodutiva”, que geralmente é uma referência ao aborto. Disse,também, que “trabalhará para codificar Roe v. Wade, e seu Departamento de Justiça fará tudo o que estiver ao seu alcance para impedir a onda de leis estaduais que violam tão abertamente Roe v. Wade”.

Roe v. Wade

Roe v. Wade é a decisão da Suprema Corte de 1973 que essencialmente legalizou o aborto em todo os EUA sob o pretexto do direito da mulher à privacidade. Desde então, muitos estados aprovaram ou tentaram aprovar uma legislação para limitar a matança generalizada de bebês por nascer. Uma das leis são os chamados projetos de lei sobre o batimento cardíaco, que proíbem o aborto assim que o batimento cardíaco do feto possa ser detectado após cerca de seis semanas de gravidez.

Biden disse que tem a intenção de revogar a Emenda Hyde, que impede o financiamento do contribuinte para maioria dos abortos.

Em sua Agenda para Mulheres, Biden também prometeu rescindir a Política da Cidade do México (chamada de Proteção à Vida na Assistência à Saúde Global), que exige que as organizações não governamentais (ONGs) estrangeiras não “realizem ou promovam ativamente o aborto como um método de planejamento familiar ”como condição para o recebimento de verbas federais.

A Política da Cidade do México foi apresentada pela primeira vez pelo presidente republicano Ronald Reagan, foi rescindido pelos presidentes democratas Bill Clinton e Barack Obama. Os presidentes republicanos George HW Bush, George W. Bush e Donald Trump o mantiveram no lugar ou o reintegraram.

Biden também declarou sua intenção de restaurar o mandato de contracepção do Obamacare “que existia antes da decisão do Hobby Lobby. Este mandato consiste na isenção fiscal para casas de culto e organizações sem fins lucrativos com missões religiosas, que permitem que as mulheres tenham acesso à cobertura anticoncepcional.

Fonte: Life Site News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui