EUA: Apreensão de migrantes aumenta 72 por cento em apenas um mês

0
John Moore/Getty Images

Agentes da Patrulha de Fronteira (CBP) prenderam quase 170.000 migrantes que cruzaram ilegalmente a fronteira para os Estados Unidos durante o mês de março. Isto representa um aumento de quase 72% em um mês.

168.195 migrantes foram presos depois que eles entraram ilegalmente nos Estados Unidos vindos do México, de acordo com o relatório Encontros na Fronteira Terrestre do Sudoeste, divulgado nesta quinta-feira (8) pela Alfândega e Proteção das Fronteiras dos EUA.

O CBP tem experimentado um aumento nos encontros e prisões. Isso não é novo. Os encontros continuaram a aumentar desde abril de 2020, e nossas experiências anteriores nos ajudaram a estar melhor preparados para os desafios que enfrentamos neste ano”, disse um alto funcionário do CBP, em uma declaração por escrito. “Estamos empenhados em equilibrar a necessidade de manter a segurança na fronteira, cuidar daqueles que estão sob nossa custódia e manter o povo americano e nossa força de trabalho seguros.”

Embora o funcionário diga que isso “não é novo”, é um crescimento exponencial sem precedentes, conforme indicado pela linha azul no gráfico seguinte do CBP.

Durante os primeiros dois meses completos da administração Biden (fevereiro-março), os agentes prenderam quase 210.000 migrantes. Isso se compara a pouco mais de 280.000 durante os últimos quatro meses da administração Trump combinados.

O CBP relata a apreensão de 30.389 migrantes em março de 2020. A apreensão de 168.195 em março de 2021 representa um aumento de mais de 450 por cento em relação ao ano passado. Em comparação com a crise na fronteira dos migrantes de 2019, as apreensões se situaram em 92.83.

No mês passado, agentes apreenderam 18.663 crianças estrangeiras não acompanhadas (contra 9.271 em fevereiro), 52.904 estrangeiros da unidade familiar (contra 19.286) e 96.628 adultos solteiros (contra 68.992).

O setor do Vale do Rio Grande continua liderando os nove setores da fronteira sudoeste, com 159.470 apreensões até agora neste ano fiscal (que começou em 1º de outubro de 2020). Isso representa um aumento de 243% em comparação com as estatísticas do ano fiscal de 2020.

Fonte: Breitbart

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui