Eric Clapton sofre “reação desastrosa” após receber vacina AstraZeneca

0

O astro do rock temeu nunca mais poder voltar a tocar

Eric Clapton criticou a ‘propaganda’ sobre a segurança da vacina, alegando que sofreu efeitos colaterais alarmantes após suas vacinas COVID 19 da AstraZeneca.

O lendário guitarrista, um cético do lockdown, disse que suas mãos e pés se tornaram ‘inúteis’, o que gerou temores de que ele nunca mais tocaria.

Em uma mensagem para seu produtor musical, ele disse: ‘Eu levei a primeira injeção da AstraZeneca e imediatamente tive reações severas que duraram dez dias.’

O guitarrista de 76 anos disse que acabou se recuperando, mas sofreu outras ‘reações desastrosas’ seis semanas depois, após a segunda dose.

Ele acrescentou: ‘Minhas mãos e pés estavam congelados, dormentes ou queimando, e praticamente inúteis por duas semanas, receei nunca mais tocar”.

‘Eu nunca deveria ter chegado perto da agulha. Mas a propaganda dizia que a vacina era segura para todos.”

O músico, que tem enfisema, encerrou seu e-mail para o magnata da música italiana Robin Monotti Graziadei, dizendo: “Eu fui um rebelde em toda a minha vida, contra a tirania e a autoridade arrogante, que é o que temos agora.”

Clapton criticou o governo no início deste ano em uma canção anti-lockdown chamada Stand And Deliver. A música foi feita em colaboração com Van Morrison, que também é crítico de restrições.

Fonte: dailymail.co.uk

Você gostou do conteúdo? Apoie o jornalismo independente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui