Doutora em Física de Oxford cataloga 5g como uma arma militar

1

Também confirma em seu relatório que a tecnologia 5G é tóxica, prejudicial à saúde humana e ao meio ambiente

A Drª. Katherine Horton confirma em seu relatório que a tecnologia 5G é tóxica e prejudicial à saúde humana e ao meio ambiente.Também considera que é uma arma de alta tecnologia de destruição em massa que pode ser usada para destruir dissidentes indesejados sem deixar rastro.

A Drª. Horton é PhD em Física de Partículas pela Universidade de Oxford e trabalho em alguns dos projetos mais interessantes e perigosos do mundo , incluindo o famoso Hadron Collider (CERN), localizado em um túnel de 27 quilômetros na circunferência e uma profundidade de 175 metros abaixo da fronteira entre a França e a Suíça, perto de Genebra, bem como o menos conhecido Electronsyncroton (DESY), mas de grande importância em relação ao campos eletromagnéticos e localizado em Hamburgo, Alemanha.

Enquanto trabalhava em Oxford, ela também trabalhou como assistente de pesquisa no St. Johns College, onde estudou física médica e sistemas humanos, incluindo pesquisas em análises de sistemas de economia, direito e crime. Suas ideias sobre tecnologia e controle social são inestimáveis para a conversa global sobre o lançamento do 5G.

O sistema 5G deve ser avaliado como um governo, ou esse grupo-sombra que infestou o governo de muitos países, assumindo o controle de todas as cidades do planeta e de todas as vilas e até da menor cidade e até da floresta, onde você acha que não há nada e coloca metralhadoras escondidas que seguem você e sua família, apontando diretamente para você, diz a A Dr. Katherine Horton.

As armas de energia direcionadas são a melhor ferramenta do governo tirânico para controlar uma população. Com essa tecnologia, os governos ocultos podem rastrear todos os nossos movimentos, atacar dissidentes e até incapacitar quem quiserem, sem deixar uma gota de evidência.

Imagine o estado escravo que está sendo introduzido em todo o mundo enquanto falamos. Na China, suas ações são monitoradas 24/7, e o governo aplica uma pontuação de crédito social. Se sua pontuação cair, você pode ser limitado em suas viagens, forçado a pagar taxas mais altas de hotel, seus filhos podem ser impedidos de frequentar a faculdade e até seus animais de estimação podem ser mantidos pelo Estado.

Os críticos chineses da superação do governo são os mais baixos da lista de crédito social. No EUA, não apenas empresas como Facebook, Apple, e Google estão criando suas próprias formas dessa pontuação para seus usuários, mas a NSA e a GCHQ também empregaram projetos semelhantes, um dos quais é chamado de Padrão de Vida.

Lembre-se de que a lista de consequências para uma pontuação baixa na China está sempre crescendo, e este mesmo sistema está sendo carregado lentamente para os Estados Unidos por meio de coleta maciça de dados, programas secretos do governo e padronização da vigilância.

Se a história é uma indicação do futuro, não é razoável acreditar que estamos avançando lentamente em um mundo em que um algoritmo de computação do governo pode decidir que você é um revolucionário e a tecnologia pode mata-lo sem aviso prévio.  Nem precisa ser um algoritmo de computador para tomar a decisão; pode ser qualquer pessoa em posição de poder que tenha acesso a essa tecnologia. Esse é o mundo que a Dr. Horton está descrevendo.

Para piorar a situação, a mídia não publica nenhuma informação sobre as armas de energia direcionadas. A tecnologia 5G é vendida como uma versão melhor do 4G, mas a tecnologia é completamente diferente. Simplificando, o 5G usa feixes pulsantes em vez de ondas externas, e os comprimentos de ondas do 5G estão muito mais próximos dos raios gama da atividade radioativa do que as ondas de rádio regulares.

Horton ressalta em sua entrevista que a fabricante de armas dos EUA Deagel prevê publicamente em seu site que 100 milhões de pessoas morrerão nos EUA até o ano de 2025.

As redes 5G utiliza as mesmas onfas como sistema de controle de multidão Pentagon.

O lançamento global da tecnologia 5G está em andamento e em breve poderemos ver novas pequenas torres de celular perto de todas as escolas, em todas as ruas residenciais, espalhadas por todo o ambiente natural e praticamente por toda a parte. Mas a segurança dessa tecnologia é um assunto sério e há uma violenta batalha para interromper a implantação do 5G financiada pelos contribuintes.

A nova rede celular utiliza ondas milimétricas de frequência de rádio de banda larga para fornecer dados de banda larga para qualquer dispositivo dentro da linha de visão.

As redes de celulares e Wi-Fi atuais dependem de micro-ondas, um tipo de radiação eletromagnética que sua frequências de até 6 gigahertz (GHz) para transmitir voz ou dados sem fio. No entanto, os aplicativos 5G exigirão o desbloqueio de novas bandas de espectro em faixas  de frequência mais altas acima de 6GHz a 100 GHz e além, usando ondas submilimétricas e milimétricas, para permitir que taxas de dados ultra altas sejam transmitidas na mesma quantidade de tempo comparados às implantações anteriores de radiação de micro-ondas”.

“ Umas das maneiras pelas quais a tecnologia 5G permite isso é tirar proveito das novas bandas não utilizadas no topo do espectro de rádio. Essas bandas largas são conhecidas ondas milimétricas (ondas mm) e os regularadores as abriram recentemente para licenciamento. O público não os tocou em grande parte, uma vez que o equipamento necessário para usá-los efetivamente tem sido caro e inacessível”.

Entre os muitos problemas em potencial com as exposição às ondas de rádio 5G estão os problemas de pele,  o que é interessante quando você considera que esta tecnologia já está sendo usada no Exército para fins de controle de multidões.

“Esse tipo de tecnologia, encontrado em muitas de nossas casas, na verdade interage com a pele e s olhos humanos”. A descoberta surpreendente foi tornada pública através de estudos israelenses apresentados em uma conferência internacional sobre o assunto no ano passado.

Abaixo, você encontra uma palestra do Dr. Ben-Ishai, do Departamento de Física da Universidade Hebraica. Explica como os dutos de suor humano agem como uma série de antenas helicoidais quando expostos a esses comprimentos de onda emitidos por dispositivos  que empregam a tecnologia 5G.

O Exército dos Estados Unidos desenvolve um sistema não letal  de armas de controle  de multidões  chamado Sistema de Negação Ativa (ADS). Ele usa ondas milimétricas  de rádio frequência na faixa  de 95 GHz para penetrar a camada superior de pele de 1/64 de polegada no indivíduo-alvo, produzindo  instantaneamente uma sensação intolerável de claor que os leva a fugir.

Conclusão:

A tecnologia 5G é cada vez mais estudada e há muitos cientistas ao redor do mundo que expressam suas opiniões negativas. Deve ter algo ruim quando na Espanha não foram realizados os relatórios de impacto ambiental que regulam a legislação atual, que nem mesmo  o Ombudsman deixa de reivindicar o governo e o governo não responde.

Vídeo da entrevista:

Fonte: plataforma.quieroauditoriaenergetica.org

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui