Donald Trump reage ao desemprego de 14,7% em abril: “esses empregos estarão de volta”

0

Presidente lamentou e disse em entrevista que “totalmente esperado” quando o país fechou para impedir a propagação do coronavírus chinês

O presidente americano Donald Trump reagiu na sexta-feira (8) aos chocantes números de desemprego de abril, lamentando em uma entrevista que era “totalmente esperado” quando o país fechou para impedir a propagação do coronavírus chinês.

“É totalmente esperado, não há surpresa, todo mundo sabe que … mesmo os democratas não estão me culpando por isso”, disse Trump em entrevista ao Fox and Friends .

A taxa de desemprego saltou para 14,7% em abril e a economia eliminou 20,5 milhões de empregos. O presidente lembrou o momento em que seus conselheiros lhe disseram que ele precisava encerrar a economia em expansão para ajudar a retardar a propagação do vírus.

“Tivemos a economia mais forte da história do mundo, a economia mais forte que já tivemos e tivemos que fechá-la artificialmente, fechamos artificialmente”, disse Trump.

Ele defendeu os dramáticos bloqueios em todo o país, dizendo que eles diminuíram a taxa de infecção do vírus e diminuíram o número de mortos no país.

“Eles estavam certos, porque se eu não tivesse perdido dois milhões”, disse Trump, antes de acrescentar que estava confiante de que a economia poderia se recuperar rapidamente.

“Esses empregos voltarão e voltarão em breve”, disse ele.

O presidente apontou os números econômicos dramaticamente baixos como mais uma razão pela qual o país teve que se abrir e voltar ao trabalho.

“As pessoas estão prontas para ir, temos que abri-lo com segurança”, disse ele.

Fonte: Breitbart

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui