Donald Trump: “nunca deixarei a esquerda radical tirar as armas da população civil”

0
créditos: © Lusa/Divulgação.

Em 16 de julho, a maior organização pró-armas dos EUA, a Associação Nacional de Fuzis (em inglês, National Rifle Association – NRA), soltou uma nota em que apoia explicitamente a reeleição de Donald Trump a um segundo termo como presidente.

“Em nome dos 5 milhões de membros da NRA nos Estados Unidos, o Fundo de Vitória Política da Associação Nacional do Rifle (NRA-PVF) tem o orgulho de apoiar sua reeleição como presidente dos Estados Unidos da América”comunicou a NRA. “Você fez mais do que qualquer presidente para proteger o direito da Segunda Emenda de manter e portar armas. A NRA está com você e sua administração.”

segunda emenda a que se refere a nota é a emenda na constituição americana que assegura o direito de portar armas à população civil.

“Ficamos orgulhosos de ter um papel de liderança nas eleições de 2016”, continuou a mensagem da NRA, em formato de carta. “Você prometeu defender a Segunda Emenda e defende as liberdades constitucionais nas quais nossos membros acreditam. Você reconhece que a Segunda Emenda é sobre liberdades que pertencem a todos os americanos. Você cumpriu sua promessa de maneira extraordinária.”

Trump respondeu ao apoio da NRA em seu Twitter:

“OBRIGADO aos 5 milhões de membros da @NRA por, mais uma vez, confiar-me seu apoio completo! Enquanto eu for presidente, protegerei SEMPRE nossa Grande Segunda Emenda, e nunca deixarei a Esquerda Radical tirar seus Direitos, suas armas ou sua polícia!”

O rival de Trump nas próximas eleições presidenciais, candidato Joe Biden, vai em direção totalmente oposta à do atual presidente. A plataforma de Biden é sobre um controle rígido de armas. Segundo a Fox News, no tempo quando era senador, Biden costumava a se gabar a respeito dos ataques que fazia à NRA.

Fonte: estudos nacionais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui