Democratas lançam comitê para recrutar Michelle Obama para vice-presidente

0

Joe Biden, candidato democrata, disse que gostaria de tê-la como companheira de chapa, mas disse que duvida que ela esteja interessada

Um novo comitê está pressionando o candidato democrata Joe Biden para escolher Michelle Obama, a ex-primeira dama, como companheira de chapa.

Michelle Obama é a mulher mais confiável e amada da América. Ela é vista politicamente acima das controvérsias e seria um grande trunfo para os democratas nas eleições de novembro”, disse Clyde Lederman, gerente de campanha do Comitê de Recrutamento de Michelle Obama, ao Epoch Times nesta segunda-feira (5).

Nas últimas semanas, Biden, 77 anos, disse duas vezes que gostaria de ter Obama como companheira de chapa, mas disse que duvida que ela esteja interessada. Sua esposa Jill Biden disse durante uma aparição no programa “New Day” da CNN no final de abril que ela também adoraria que Obama se juntasse à campanha.

“Acho que ela já se cansou da política”, disse Biden, acrescentando: “Ela é muito boa em tudo que faz. Isso seria maravilhoso”.

Valerie Jarrett, ex-consultora sênior do presidente Barack Obama, disse na mesma época que Michelle Obama nunca manifestou interesse em concorrer a um cargo e “não quer o emprego”.

Biden lançou recentemente um painel que examinará os candidatos a vice-presidente. O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, a representante Lisa Blunt Rochester (D-Del.), a ex-senadora Chris Dodd (D-Conn.) e Cynthia Hogan, ex-assessora de Biden, liderará o processo de seleção.

Campanha com apoio de base

O Comitê para recrutar Michelle Obama espera gerar expectativa da mídia, enquanto o painel está buscando possíveis parceiros para Biden, disse Lederman. Eles também esperam incentivar Obama a se inscrever.

“O objetivo desta campanha é desenvolver um apoio substancial de base a uma possível candidatura de Michelle Obama e ajudar a atrair a atenção da mídia para um candidato à vice-presidência que tenha o poder de derrotar Donald Trump”, afirmou o grupo em um comunicado de imprensa.

O comitê é patrocinado ou apoiado por Mack Wilbourn, Presidente da Mack II; Sidney Topol, membro do conselho da WGBH-TV; Bill Batson, ex-diretor da União das Liberdades Civis de Nova York; e Tito Jackson, ex-candidato a prefeito de Boston. Alguns democratas de destaque se juntarão ao esforço em breve, segundo Lederman.

O impulso poderia render dividendos, mesmo que Biden não escolha Obama.

“Mesmo se não garantirmos seu lugar como candidata à vice-presidência, seria incrivelmente útil para ela e Barack Obama sair do seu hiato político de quatro anos para ajudar a eleger os democratas em novembro”, disse ela.

Biden prometeu escolher uma mulher mais nova que ele como companheira de chapa.

Biden disse no fim de semana durante uma entrevista na “PoliticsNation” da MSNBC que está estudando mais de uma dúzia de candidatos, um grupo que inclui “significativamente mais de uma mulher negra”.

Segundo relatos, algumas mulheres consideradas são a senadora Amy Klobuchar (D-Minn.), a ex-governadora da Georgia Stacey Abrams e a senadora Kamala Harris (D-Califórnia).

Fonte: Epoch Times

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui