Como líder conservador, Sven von Storch afirma: Merkel governa como uma tirana

0

Sem qualquer fundamento legal ao suspender todos os direitos básicos, Angela Merkel há um ano mantém 80 milhões de pessoas na Alemanha presas numa jaula de decretos e regulamentos.

Por Sven von Storch


Agora, na Páscoa, essa prisão sanitária deveria atingir um novo pico de abuso e destruição. Algo que nem mesmo Stalin e Mao se atreveram a fazer.

Mas quando Merkel percebeu a indignação popular, ela temeu por seu poder. Em poucas horas, reverteu sua decisão “dramática” de prender 80 milhões de pessoas em casa e chamou a isso de um “erro”.

Ela assumiu a “plena responsabilidade” por este “erro”. Com estas palavras, ela acredita que ainda pode marcar pontos com os eleitores e aparecer como uma “pessoa íntegra” e que ainda está de pé. Mas nem uma palavra se ouviu de Merkel sobre a sua demissão, atitude que seria muito apropriado que tivesse, diante do que ela fez.

Merkel é insuperável em matéria de cinismo, falta de escrúpulos e arbitrariedade. Porque já não há mais razão para manter o povo alemão fechado numa gaiola de regulamentos e regras.

Estamos num ponto baixo da história da Alemanha

Essa política arbitrária de Angela Merkel mostra que prender em casa milhões de pessoas, destruir milhões de empregos e dezenas de milhares de empresas, segue apenas um critério: manter Merkel no poder.

As decisões políticas de Merkel não são baseadas no número de pessoas doentes ou nas chamadas “ondas” da Covid-19. Não, é o seu apego tirânico ao poder. A qualquer custo.

 Apenas a revolta dos cidadãos e o seu protesto, bem como o medo de Merkel de perder o seu poder, evitaram essa prisão no período pascal. Isto comprovou que todas essas medidas de confinamento, esse abuso psicológico e físico de milhões de pessoas pela política de Merkel são uma farsa. Constituem a expressão de um novo tipo de tirania.

O fato de a prisão domiciliar na Páscoa de cerca de 80 milhões de pessoas ter sido suspensa, deve-se à coragem e ao protesto de você, cidadão. Não se deve a Merkel. É apenas porque Merkel teme o seu protesto e o de milhões de outros cidadãos, que todos nós recuperamos um pedaço de nossa liberdade.

Isto deveria nos despertar e nos deixar ver que somos nós que temos em nossas mãos a tarefa de reconquistar a nossa liberdade. Merkel fará todo o possível para não nos devolver a nossa liberdade.

Como pessoas livres, não devemos obedecer nem respeitar os decretos que são injustos e que vão contra a nossa consciência.

Mais e mais pessoas estão se afastando desse regime arbitrário, que em sua arrogância maçante e corrupta, não pode pensar em nada mais do que prender seus cidadãos sem motivo, abusar deles e destruir as suas vidas e o seu país.


Chegou o momento de nós, cidadãos, pormos fim a esta prisão, juntos!

Caros cidadãos, não tolerem mais esta tirania. Levantem-se e lutem por sua liberdade, a liberdade de suas famílias e de nossos semelhantes.  

O dia de hoje decide o nosso futuro. Um futuro de liberdade ou de tirania. Vida longa à liberdade!

Agora é o momento de nos unirmos para pôr fim a esta arbitrariedade.

Levante-se e aja! Agora!

____________

Fonte: Freie Welt

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui