China impede Taiwan de participar da assembleia da OMS

0
The Elephant Mountain hiking trail is the closest viewpoint to the iconic Taipei 101 building and attracts photographers and tourists whenever there's a chance of a nice sunset

Taipei, capital de Taiwan, pede para participar da reunião do órgão de decisão da OMS, como país observador e Pequim se opõe.

Devido à pressão da China, Taiwan teve poucas chances de participar da Assembleia da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 18 e 19 de maio. Isso foi revelado ontem pelo vice-presidente de Taiwan, Chen Chien-jen.

Taipei pede para participar da reunião do órgão de decisão da OMS, como país observador. Pequim objeta , argumentando que a ilha não é um estado soberano, mas uma província “rebelde”, que deve ser unificada com o uso da força, se necessário. Para o regime do Partido Comunista Chinês (PCC), é a China que deve apresentar as autoridades de Taiwan à OMS, desde que Taipei reconheça o princípio de “uma única China”.

Taiwan é um dos países que conseguiu lidar melhor com a crise da pandemia. Nos últimos dias, o apoio internacional à sua participação na Assembléia da OMS aumentou. Os Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e Japão se expressaram abertamente a esse respeito.

14 dos 15 países que mantêm relações diplomáticas com Taipei fizeram o mesmo; o Vaticano, que participa como observador nos trabalhos da OMS, é o único aliado diplomático que não fez esse pedido antes de Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor geral da organização.

As tensões entre Taipei e Pequim aumentaram em 2016, quando o atual presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, venceu seu primeiro mandato. Tsai é o líder do Partido Democrata Popular, favorável à independência formal da ilha da pátria chinesa.

De acordo com uma pesquisa divulgada em 12 de maio pelo Pew Research Center, um instituto de pesquisa de opinião com sede nos EUA, 66% dos residentes de Taiwan se consideram taiwaneses; 28%, taiwaneses e chineses; apenas 4% reconhecem chinês.

Fonte: InfoCatólica

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui