Apple afirma que vai deixar de cumprir projeções no trimestre por causa de novo coronavírus

0
Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link https://www.agazeta.com.br/es/gv/exame-descarta-primeiro-caso-de-coronavirus-no-es-0220 ou utilize os recursos oferecidos na página. Textos, fotos, artes e vídeos da Rede Gazeta estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo digital e/ou do jornal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização da Rede Gazeta (agenciaag@redegazeta.com.br). As regras têm como objetivo proteger o investimento que a Rede Gazeta faz para produzir um conteúdo jornalístico de qualidade.

Gigante americana terá vendas e produção afetadas por causa da epidemia na China

Na segunda-feira (17), a Apple anunciou que não vai alcançar a projeção prevista para o primeiro trimestre deste ano. O motivo anunciado pela gigante americana é de que a epidemia de coronavírus prejudicou as vendas da empresa na China e a produção da empresa.

“Não esperamos atingir o faturamento que tínhamos previsto para o trimestre de março”, informou a companhia em comunicado.

De acordo com o portal Uol, em janeiro, a empresa havia estimado uma receita entre US$ 63 bilhões e US$ 67 bilhões para o trimestre atual, que termina em março. Altamente dependente da China, a Apple faz um quinto das vendas no país asiático e depende de trabalhadores chineses para fabricar e montar muitos dos componentes para iPhones, iPads e computadores Mac, que depois são vendidos no mundo todo.

A Apple reconheceu que tanto a venda como a produção de produtos foram afetadas pelo coronavírus, que já matou mais de 1.770 pessoas só na China.

“A escassez de suprimentos de iPhone afetará temporariamente a receita em todo o mundo”, argumentou a empresa. Segundo a companhia, a produção do iPhone diminuiu porque os funcionários chineses estão voltando aos empregos “mais lentamente” do que o previsto, e a demanda na China também caiu.

Fonte: EFE e Portal Uol

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui