Anvisa registra 26 novos óbitos por vacinas nas últimas 24 horas

0
foto: Sérgio Lima/Poder360/ Divulgação.

Os números falam por si

Por Cristian Derosa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registrou 26 novos óbitos associados à vacinação contra Covid-19 nas últimas 24 horas de acordo com o sistema de notificação de efeitos adversos de vacinas e medicamentos, o VigiMed. O sistema notificou 60 mortes por vacinação, em um universo de 971 notificações, sendo 605 consideradas graves. Os registros dizem respeito às duas vacinas principais, CoronaVac e Astra, e abrange o período entre 1 de janeiro e 28 de fevereiro de 2021.

Nesta segunda-feira (01), o jornal estudos nacionais noticiou 34 mortes ligadas às vacinas, a maioria da vacina chinesa CoronaVac. No dia seguinte, porém, novas 26 mortes foram registradas e a maioria permanece associada às vacinas da fabricante chinesa Sinovac. Os “imunizantes” são considerados ineficazes para a nova cepa do coronavírus e já foram descartados por alguns países, como África do Sul.

O maior aumento de mortes ficou com CoronaVac, que teve 27 novas mortes registradas nesta terça-feira (2). A porcentagem de notificações consideradas graves também aumentou um ponto percentual. Nesta segunda, apresentava 18%, na terça-feira subiu para 19%, com o aumento das notificações registradas no sistema.

Questionamentos sobre a qualidade e segurança das vacinas vêm surgindo em todo o país, sendo crescente o número de pessoas que não confia nas vacinas. Jornais e “checadores de fatos” vêm fazendo um esforço para argumentar em favor das vacinações, assim como celebridades e políticos. Mas os números falam por si.

Você gostou do conteúdo? Apoie o jornalismo independente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor registre seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui